50 curiosidades sobre São Paulo

Em termos de escrita, penso que uma das tarefas mais difíceis é escrever sobre nós mesmos. Obviamente, ao meu ver, tal dificuldade estende-se a escrever sobre a nossa própria cidade – São Paulo, no meu caso.

Acredito que alguns hábitos e lugares estão enraizados com tanta força na nossa rotina que acabamos esquecendo de olhar para os detalhes e valorizar aquilo de interessante que a cidade onde moramos tem a nos oferecer. Você já teve a sensação que alguém de fora conhecia a sua cidade muito melhor do que você? Ou já pensou algo como “nossa, moro aqui desde sempre, mas nunca fui nesse lugar”? Pois é! Eu também.

Mas, hoje, a cidade onde nasci e cresci está completando 468 anos. E eu não podia deixar de escrever alguma coisa sobre o meu lugar favorito no mundo – que, apesar dos milhões de problemas, é responsável por algumas das minhas mais potentes memórias afetivas.

50 curiosidades sobre a cidade de São Paulo

Inspirada pelo aniver da minha terra natal, deixei de lado a mania de não olhar para o “próprio umbigo” e separei 50 fatos que considero curiosos sobre São Paulo e os paulistanos. E confesso que 1) foi muito mais fácil do que eu pensava e 2) preciso tirar mais fotos da minha cidade! 😉

1. São Paulo é uma das maiores e mais populosas cidades do mundo!

2. Então não é surpresa que o centro financeiro do Brasil é também a maior cidade da América Latina.

3. Um dos apelidos mais famosos da cidade é “terra da garoa” já que a chuvinha fina era muito recorrente por aqui há alguns anos. ☔

4. Mas você também pode chamar São Paulo de Sampa ou essepê – e também vale “selva de pedra” (como bem ilustrado pela capa deste texto). 😆

5. Em fim de semana e feriado, praia de paulistano é shopping.

6. Ah! Paulista é quem nasce no estado de São Paulo; e paulistano é quem nasce na cidade de São Paulo.

7. Meu, mano, mano do céus, nois, b.o, breja, da hora, migué, padoca, partiu e rolê são algumas das gírias características de Sampa.

8. Em São Paulo as pessoas têm mania de abreviar os nomes: então Carolina vira Carol ou Ca, Giovana vira Gi, Juliana é Ju, e por aí vai.

9. São Paulo é a cidade que nunca dorme.

10. As pessoas aqui são, de fato, apressadas!

11. E, por isso, talvez tenham uma energia bastante workaholic.

12. Há quem goste de dizer que São Paulo é cheia de “grupos” distintos: hippies, nerds, universitários, emos, otakus, faria limers, santa cecilers e muito mais!

13. Apesar da cidade ser uma verdadeira selva de pedra, como falei mais acima, é comum as pessoas terem muitas plantas em casa – mesmo que com “casa” elas queiram dizer apartamento. 🪴

14. Trânsito: se vier a essepê, fique atento ao horário de pico! São Paulo tem muito trânsito e, dependendo do horário, o metrô pode ser muito cheio (muito mesmo).

15. Mas, verdade seja dita: nos dias de hoje, algumas vias da capital paulista são cheias em qualquer horário do dia.

16. Em geral, e comparando com outros lugares, as pessoas dirigem muito bem em São Paulo.

17. Sobre o metrô: deixe a esquerda livre. Sério! 🚇

18. A estação Consolação fica na Avenida Paulista, e a estação Paulista fica na Rua da Consolação.

19. Uma das coisas mais legais da capital é que a cidade é multicultural. Aqui você não só vai encontrar muitas pessoas de outras cidades, mas também de outros estados do Brasil e de outros países.

20. Logo, não é novidade nenhuma que essepê seja um verdadeiro polo gastronômico!

21. Por aqui, você praticamente encontra uma padaria em cada esquina – o que é maravilhoso já que não há nada melhor do que aquele pãozinho francês no café da tarde. 🥖

22. Ah! A refeição mais típica que você pode fazer em uma padoca de São Paulo é o pãozinho na chapa com um pingado (que é café com leite).

23. Terça, quinta ou até mesmo sábado e domingo é dia de comprar hortaliças, frutas, pescados e muito mais nas feiras livres.

24. Aliás, sabia que as feiras de rua são bastante tradicionais na cidade? Elas existem por aqui desde o século XVII, segundo o portal da prefeitura!

25. Atualmente, existem mais de 800 feiras em São Paulo. E, sinceramente? Elas são uma verdadeira atração turística. 🍌

26. Ah! E se você passar por uma feira, é obrigatório provar um pastel de rua acompanhado de um caldo de cana!

27. São Paulo também manda muito bem quando o assunto é feijoada – cuja origem está muito relacionada aos portugueses.

28. E o PF? Provar um “prato feito” durante o almoço na capital paulista também é programa obrigatório. Por aqui, o mais tradicional é o virado à paulista – arroz, feijão cozido, farinha, ovo frito, couve, banana frita e uma carne suína.

29. Sou suspeita para falar, mas considero São Paulo o melhor lugar do mundo para comer uma boa pizza! São mais de 5 mil pizzarias na cidade, então o que não falta é opção. 🍕

30. Falando em pizza… sabia que São Paulo é a segunda cidade do mundo que mais consome pizza? Nós perdemos somente para Nova York, de acordo com dados da Associação Pizzarias Unidas do Brasil.

31. É em São Paulo que está a maior comunidade italiana do país – no início do século XX, metade dos estrangeiros na capital do estado eram italianos, de acordo com o Arquivo do Estado de São Paulo.

32. A imigração é parte importante da história da cidade. Entre meados do século XIX e XX, pessoas de diversas nacionalidades vieram para São Paulo. Italianos, espanhóis, portugueses e japoneses foram apenas alguns dos que vieram tentar a vida no Brasil por conta de uma política de subsídios impulsionada pelo fim da escravidão e pela produção de café. 🇮🇹🇪🇸🇵🇹🇯🇵

33. Não é à toa que São Paulo tem um museu todinho dedicado a essa parte da história: o Museu da Imigração.

34. Um dos reflexos da imigração na cidade foi a formação de bairros super tradicionais, como Belém, Mooca, Bom Retiro, Santana e Ipiranga.

35. Inclusive, um dos bairros típicos mais famosos de Sampa é a Liberdade. Caracterizado pela forte influência da cultura japonesa, por si só a Liberdade daria uma bela lista de curiosidades! ⛩️

36. Mas há também bairros mais boêmios (e que valem o passeio), como a Vila Madalena e Pinheiros.

37. Aproveitando o gancho da Vila Madá… quando o assunto é arte de rua, São Paulo arrasa! O Beco do Batman, na Vila Madalena, é amplamente conhecido pela quantidade de grafites, inclusive.

38. Em geral, o paulistano precisa de entretenimento de segunda a segunda. Ou seja: a gente adora um bom rolê!

39. Não é por menos que São Paulo tem baladas, festas e bares para todos os gostos.

40. Aliás, alguns desses lugares são bem diferentões. Tokyo 東 京, Nos Trilhos, Balsa, Bar dos Arcos e Ludus Luderia para citar apenas um ou outro espaço que merece a visita de quem vem para cá.

41. É em São Paulo que acontece a maior parada gay do mundo, normalmente em junho! 🌈

42. A cidade é um prato cheio para quem gosta de cinema e centros culturais – um dos meus favoritos é o Itaú Cultural.

43. Foi em São Paulo que aconteceu a famosa Semana de Arte Moderna de 1922, no Theatro Municipal. O evento consagrou o modernismo no Brasil e está completando 100 anos em 2022!

44. É impossível falar sobre São Paulo sem citar o MASP! O Museu de Arte de São Paulo, fundado por Assis Chateaubriand e projetado por Lina Bo Bardi, não só reune obras dos principais artistas do mundo como também é um verdadeiro cartão-postal da cidade.

45. A arquitetura de São Paulo também não deixa nada a desejar, especialmente no centro, onde você encontra edifícios icônicos, como o Copan, Banespa (atual Farol Santander), Martinelli e Galeria do Rock.

46. Vale falar que Sampa também é muito rica para aqueles que adoram carros antigos. Há diversos eventos e locais dedicados aos amantes do antigomobilismo espalhados pela cidade.

47. Não é só de concreto que São Paulo é feita. A capital possui vários parques, sendo que o mais famoso é o Ibirapuera, e regiões de mata, como o Horto Florestal e a Serra da Cantareira! 🌳

48. Para mim, São Paulo é perfeita em qualquer época do ano. Mas, se você quiser evitar dias de muita chuva ou aquele calorzão, recomendo que venha entre os meses de abril e outubro.

49. Aliás. modéstia à parte, a cidade tem um dos céus mais bonitos do mundo no outono (mas essa é só a minha opinião, claro)! 🌇

50. Durante o inverno, pode fazer muito frio em São Paulo! Apesar disso, os paulistanos não são muito preparados para enfrentar a friaca e, normalmente, não andam bem agasalhados; fora que é bem comum passar frio dentro dos lugares já que não temos aquecimento interno como acontece nos Estados Unidos e Europa. Por mais que a gente tenha temperaturas mais baixas, é coisa de uma ou duas semanas, no máximo, então dificilmente aquele friozão se estende por toda a estação.

51. Uma vez, me perguntaram quanto tempo levava para cruzar a cidade de ponta a ponta em um único dia. Bom, isso é praticamente impossível.

Confira outros conteúdos sobre São Paulo no A Gi Viaja! 🙂

Capa:

D A V I D S O N L U N AUnsplash

5 comentários sobre “50 curiosidades sobre São Paulo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s