12 dicas para viajar de carro com o seu cachorro

Trilha na Serra do Mar e em Mairiporã, praia, saídas de caiaque e corridas em campos do interior de São Paulo. A Nina, minha salsichinha de 5 anos, já aproveitou tudo isso e mais um pouco. Ela é a quarta das muito bem cuidadas cachorrinhas que a minha família já teve, e é também a mais privilegiada quando o assunto é passeio. Mas a Nina não está sozinha: cada vez mais os tutores de cães têm optado por levar os amigos de quatro patas nas viagens de carro de fim de semana e férias.

No entanto, como boa “cachorreira”, entendo que levar o cachorro para viajar de carro não é necessariamente algo simples, ainda mais quando não estamos habituados. Aliás, eu diria até que os melhores macetes de uma road trip com pets você vai pegando aos poucos, viagem a viagem; até porque cada cachorro (e tutor) é único, certo? Mas vou dizer: no fim das contas, vale muito a pena levar os peludos para viajar! Mesmo com toda a loucura que pode vir a rolar hehe. ❤️

Então com base nas minhas experiências com a Nina, separei algumas estratégias que temos em casa para quando ela viaja com a gente. Confira abaixo as minhas 12 dicas para uma viagem de carro com o seu cachorro! 🐶🚘

1. Tenha noção da relação do seu pet com o carro

Antes de cair na estrada, tenha noção da relação do seu pet com o carro. Ele já está acostumado com passeios de carro? Ele costuma ter enjoos? É essencial ter questões como essas em mente na hora de planejar uma viagem de carro com o seu cachorro. Afinal, para que a viagem seja boa para todos, é muito importante que o seu bichinho se sinta confortável em andar de carro, pois assim ele não precisa passar por nenhuma situação desnecessária.

2. A saúde do seu pet está em dia?

Certifique-se de que a saúde do seu pet está em dia antes da viagem! É muito importante manter as visitas ao veterinário atualizadas, bem como a carteirinha de vacinação e os medicamentos contra pulgas, carrapatos e verminoses.

E para além de consultas e vacinas, vale separar uma bolsinha de medicamentos exclusiva para o seu cachorro viajante. Remédio contra enjoo e anti-alérgico, por exemplo, podem ser úteis em um momento de emergência longe de casa. Mas lembre-se: consulte um veterinário para entender quais medicamentos podem ser administrados no seu bichinho.

3. Pesquise, pesquise, pesquise

Seu cachorro se dá bem com as viagens de carro, o veterinário está em dia e as vacinas também. O próximo passo é pesquisar mais a respeito do lugar para onde você pretende viajar com o seu amigo. Vale checar se a acomodação aceita pets, se o lugar tem espaço para o bichinho ficar confortável e avaliar questões como logística de passeios e saídas à noite, por exemplo. Ele vai ter que ficar sozinho em algum momento? Os passeios serão muito exaustivos? Considere tudo isso na hora de montar seu roteiro!

4. Mala de viagem

Assim como você, o seu cão precisa de uma malinha com alguns itens importantes para a saúde e o bem-estar dele. 🧳 A mala da Nina costuma ter: toalha de banho, shampoo, roupinha (dependendo da época do ano e destino), brinquedo, mantinha e colchonete, lenço umedecido, paninhos, saquinhos para recolher cocô, vasilhas para ração e água, garrafa de água, petiscos, porção de ração de acordo com o período da viagem, fralda para xixi e cocô, medicamentos e produto para limpeza de ouvido.

5. Atenção ao horário da refeição

Vale oferecer a refeição do seu pet algumas horinhas antes do carro sair. Assim você evita com que ele passe mal na estrada e que fique apertado no carro, com muita vontade de fazer xixi e/ ou cocô, logo no início da viagem.

6. Voltinha na rua antes da viagem

Se o seu amigo não for tão idoso, vale dar uma voltinha com ele na rua antes da viagem começar! Por aqui, o passeio pré-estrada tem duas finalidades: 1) facilitar para a Nina fazer xixi e cocô antes de entrar no carro; e 2) dar uma canseira nela para que ela fique mais calminha e sonolenta durante a viagem. 🐕

7. Tenha alguns itens na mão!

Falei sobre mala mais pra cima, certo? Bom, vale separar alguns itens práticos e mantê-los em mãos, de forma que possam ser pegos com facilidade quando o carro estiver em movimento e também nas paradas. Por aqui, são eles: saquinho para recolher cocô, lencinho umedecido, paninhos para limpar alguma sujeira e água.

Vale também levar uma mantinha ou paninho com o qual seu amigão esteja acostumado para a viagem de carro. Um adereço que já tem o cheirinho do seu pet com certeza vai ajudá-lo a ficar mais tranquilo durante o percurso.

8. Hidratação sempre

Talvez água seja o item mais essencial desta lista! 💦 Manter o seu cachorro hidratado é de extrema importância. Então tenha sempre água em mãos para oferecer ao seu bichinho. Uma boa dica para facilitar o manejo de água em um carro em movimento são garrafinhas bebedouro do tipo squeeze, como essa, ou vasilhas pequenas que podem ser abastecidas aos poucos.

9. Planeje-se para fazer paradas

Se você vai viajar com o seu cachorro, planeje-se para fazer paradas! É muito importante que seu pet estique as pernas, faça as necessidades caso sinta vontade e beba água com mais conforto. Então cheque os postos de serviço ao longo da estrada e pare de tempos em tempos, principalmente em percursos mais longos.

E aqui vale acrescentar: mantenha seu cão sempre na guia! Mesmo que ele seja bonzinho e obediente, jamais deixe seu cachorro solto nas paradas. Ah! E nem pense em sair do carro e deixar o animal sozinho, hein! 🧐

10. Capas de banco e assentos especiais

Vale investir em capas plásticas e protetoras de bancos para viajar de carro com o seu pet. Também é uma boa opção checar caminhas e assentos especiais de transporte para cães visando mais segurança para o passageiro de quatro patas.

E cachorro sempre no banco de trás!

11. Mas e o ar-condicionado?

Em viagens de carro, vale encontrar um equilíbrio entre vidro aberto e ar-condicionado, de forma que o bem-estar do seu cachorro seja priorizado; claro, sempre com bom senso!

12. Conheça o seu cachorro

O 12º e último item desta lista: conheça o seu cachorro! Quanto mais você conhecer o seu bichinho e ter noção dos gostos e limitações dele, melhor será a sua experiência de viagem de carro. Por aqui, já sabemos quando a Nina quer água, quando é preciso parar em algum posto de serviço para ela ir ao banheiro, o que precisamos ter na mão e o que não pode faltar quando a gente chegar ao nosso destino. Então o mesmo vale para você!

Considerando sempre a saúde, bem-estar e preferências do seu bichinho, tenho certeza que você não terá problemas em suas viagens de carro! No mais, é só aproveitar com o seu amigão e se esbaldar em lambeijos. 🙂

Em 2017, a minha cachorrinha Mila foi à praia de Santos pela primeira vez!

Vale lembrar que todas as dicas elencadas neste posts são pautadas em vivências pessoais, e não têm o respaldo e as orientações de profissionais especializados em bem-estar animal. Além disso, este conteúdo é voltado para cachorros, de modo que as orientações e macetes para viagens de carro com gatos podem variar.

Você tem alguma outra dica para viagens de carro com pets? Compartilhe nos comentários! 😉 👇

Capa:

Tim MossholderUnsplash

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s