Airbnb: dicas para alugar e ter uma boa experiência

Para quem não sabe, o Airbnb é uma plataforma online de reservas de estadias e experiências que foi criada na Califórnia lá em 2018 (pois é, faz tempo). Mas, falando de forma mais técnica, o Airbnb se define como uma verdadeira comunidade de viagens capaz de satisfazer os gostos dos viajantes mais exigentes aos mais tranquilos.

A plataforma está disponível na maioria dos países do globo e cada vez mais tem se mostrado a queridinha de quem procura por uma acomodação durante uma viagem de lazer, negócios ou estudos. As razões para a popularidade do Airbnb? Custo-benefício, comodidades “extras” e experiência personalizada. Além disso, em tempos de pandemia, o site tem se mostrado uma excelente opção para aqueles que buscam pelo chamado turismo de isolamento.

37f46c3fb1e7abfa695afaf84e05e736

Muitas vezes, alugar um Airbnb sai mais barato do que um quarto de hotel ou hostel, especialmente se levarmos em conta que no Airbnb é possível ter um espaço todinho para você – “muitas vezes” não é “sempre” e por isso a importância de se fazer uma boa pesquisa antes de viajar, levando em consideração o local, suas preferências e o que está dentro do seu orçamento. 😉

Acredito que o ponto forte do Airbnb é o preço e a possibilidade de se conectar com pessoas reais e ter uma experiência bastante local e informal, diferente do que rola em hotéis, na maioria das vezes. Alguns anfitriões realmente se preocupam em conhecer e trocar experiências com os seus hóspedes e são muito, o que é muito legal!

Esse foi o caso do Airbnb que alugamos na Cidade do México, a anfitriã era super simpática e atenciosa e não só deixou um mapa da cidade, como também telefones de deliveries e dicas de restaurantes e lugares para visitar. Em Paraty também fomos surpreendidos positivamente quando a anfitriã nos enviou um bolo em virtude do aniversário do meu pai (nós havíamos comentando com ela o motivo da viagem uns dias antes, quando chegamos na cidade).

Vale sempre lembrar que agrados como os que relatei acima não são obrigatórios e nem regra geral. Além disso, se o seu anfitrião não preparou uma surpresinha para você isso não quer dizer que ele foi necessariamente um anfitrião ruim.

Ah, e se você ainda não entendeu, o anfitrião, a anfitriã ou ainda o/ a host é a pessoa que vai alugar o espaço para você durante a sua estadia. 

Bom, e além de tudo isso, o Airbnb é um site bastante intuitivo e fácil de usar, desde a pesquisa até a hora da reserva.

Como fazer uma reserva pelo Airbnb?

O primeiro passo para reservar um quarto, um apê ou uma casa é simples: fazer o seu cadastro no site.

Na página inicial do Airbnb, você pode filtrar a cidade, data de check-in e check-out e quantos hóspedes irão se acomodar no lugar.

Feito isso, algumas opções já vão começar a aparecer no seu radar. Vale clicar em “mais filtros” para nichar a sua busca ainda mais de acordo com as suas preferências – além de selecionar o tipo de propriedade onde você quer se hospedar (casa, apartamento, quarto, quarto compartilhado, etc) e escolher um bairro, por exemplo, também é possível filtrar as acomodações de acordo com algumas comodidades, como cozinha, máquina de lavar e de secar e aquecimento.

O Airbnb também possibilita que você entre em contato com o anfitrião antes de efetuar a reserva caso queira tirar alguma dúvida ou se certificar de uma informação.

Após olhar os anúncios com atenção e escolher o lugar que mais te agrada, está na hora de fechar negócio! Para isso, basta clicar no botão “reservar” que o próprio site vai guiar você através dos passos finais. Durante o ato da reserva, você também pode mandar um “alô” para o anfitrião e manter contato com ele para se apresentar e informar melhor o dia e horário da sua chegada.

Lembrando que o endereço exato do lugar só é revelado após o anfitrião aceitar a sua estadia. Além disso, conforme a dada da sua viagem for se aproximando, o Airbnb e o anfitrião podem compartilhar outras informações úteis com você, então fique de olho!

7lI8

Dicas na hora de alugar um Airbnb

Agora que você já sabe como reservar um quarto, casa ou apê, vamos às dicas!

Use e abuse dos filtros que estão disponíveis no Airbnb! Personalizar sua busca é a melhor forma de encontrar um lugar que está dentro das suas expectativas.

Tenha paciência na hora de pesquisar e procure olhar naquele momento que você está tranquilo. Dependendo do destino, as possibilidades podem parecer infinitas. Por isso, veja os anúncios que sejam do seu interesse com atenção e só feche quando tiver certeza da sua escolha.

A dica mais importante, na minha opinião, é ficar atento não só aos preços, mas também à avaliação e nota do lugar.  Consequentemente, os comentários dos hóspedes anteriores, disponíveis mais no final da página do anúncio, são muito importantes para você ter uma noção de como foi a experiência de outras pessoas – eu diria ainda que é uma boa evitar locais sem nenhuma avaliação ou que têm apenas um ou dois comentários.

Recomendo também ler a avaliação do anfitrião em si clicando na foto de perfil dele ou dela. Dessa forma, você pode conhecer um pouquinho mais, mesmo que virtualmente, sobre a pessoa que vai te receber durante a sua viagem!

Para alinhar as suas expectativas, vale prestar atenção se o lugar onde você pretende ficar tem uma descrição completa e detalhadas de comodidades e regras, bem como as opções de cancelamento. Afinal, quanto mais informações, melhor! Uma segurança a mais para você e menos chances de se deparar com surpresas desagradáveis na hora que você chegar.

Apesar do endereço do lugar não ficar disponível no anúncio, há sempre um mapinha que mostra mais ou menos a posição do Airbnb, além de muitos anfitriões informarem o bairro na descrição. Portanto, também recomendo checar a região no Google Maps antes de fechar negócio.

E se você já conhece a cidade onde pretende ficar, vale muito usar o mapinha que aparece ao lado direito da tela! Com ele, é possível filtrar a busca de acordo com a região que você já tem algum conhecimento ou noção e buscar a sua acomodação ideal movendo o mapa.

Caso você tenha dúvidas, não hesite em contactar o anfitrião antes da reserva para que elas sejam esclarecidas!

Por último, mas não menos importante: uma página de anúncio do Airbnb é o tipo de página que você tem que rolar até o final para ler TODAS as informações que estão disponíveis, pois todas elas são bastante essenciais.

Depois da estadia

Como eu considerei aqui neste post a leitura dos comentários feitos pelos hóspedes anteriores como uma das coisas mais essenciais a se fazer antes de fechar um Airbnb, nada mais justo do que falar para você fazer a SUA avaliação de forma clara e honesta depois de ir embora da acomodação alugada, certo?

Mas o Airbnb é tudo isso?

Obviamente, nem tudo são flores e o Airbnb também tem seus pontos negativos.

Para mim, o mais gritante é o check-in. Justamente por oferecer um serviço mais informal e descontraído, ao alugar um Airbnb você provavelmente não terá uma recepção à sua disposição. Por isso, em alguns casos, é necessário estar alinhado com o seu anfitrião quanto ao horário de chegada e saída (bem como o que fazer com as chaves na hora de ir embora, por exemplo).

Outro ponto que algumas pessoas levantam em relação ao Airbnb é o fato de ter que limpar, cozinhar e lavar durante a viagem. Mas isso vai de cada um e do tipo de experiência que você está disposto a ter durante uma viagem.

Também acho importante ter em mente que um espaço alugado no Airbnb não é um quarto de hotel e, talvez, nem uma casa cheinha de utensílios domésticos, por exemplo. Em outras palavras, o anfitrião não é obrigado a disponibilizar itens como panelas e talheres ou ter alimentos para o seu consumo. Daí a importância de ler todos os detalhes sobre o local antes de fechar a reserva, assim você não se frusta com o que vai encontrar.

Minha experiência com o Airbnb

Fato: sou fã da plataforma e nunca tive algum tipo problema sério com ela (inclusive, já aluguei um Airbnb por seis meses, em Portugal, e deu tudo certo, da chegada à saída).

Durante a minha viagem para o México, tivemos um pequeno inconveniente no Airbnb que alugamos em Playa del Carmen por falta de água no apartamento, mas conseguimos contornar. Vale falar que o suporte da plataforma para resolver a questão foi bem eficiente.

Aliás, acho que a parte mais chata do Airbnb é sempre a hora de ligar o chuveiro, já que cada lugar tem um esquema diferente. 😅

Se você quer saber mais sobre o Airbnb, recomendo os vídeos abaixo (o primeiro é em inglês). 

Você já conhecia o Airbnb? Como foi a sua experiência? 👇

Capa

Naomi Hébert – Unsplash

Atualizado em: 10 de novembro de 2020 às 11h11.

Um comentário sobre “Airbnb: dicas para alugar e ter uma boa experiência

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s