10 provas de que é possível viajar para o exterior sem falar inglês (ou qualquer outro idioma)

“Dá para viajar para o exterior sem falar inglês?”

Essa é uma das perguntas mais famosas quando o assunto é viagem; e a resposta é bem simples: com certeza!

Não saber falar inglês não é impedimento, até porque nem todos os lugares do mundo falam inglês e onde tem turista a comunicação é garantida, por bem ou por mal. Aliás, isso vale pra qualquer idioma – não é pelo fato de você ir para o Japão que tem que aprender japonês, certo?

Obviamente, quando se domina uma língua além da sua, fica bem mais fácil de se virar lá fora, mesmo que você só arranhe. Mas repito: não é só porque você não tem conhecimento da língua inglesa ou de qualquer outra, que não deve viajar! Por isso, listei dez provas de que é possível explorar o mundo sem falar inglês (ou qualquer outro idioma).

gif-de-viagem
Via edreams

1. Grupos turísticos

Essa é uma boa opção para quem tem medo de fazer uma viagem independente ou que não fale outro idioma fora o seu. O que não falta é agência turística oferecendo pacote de viagem para o exterior, com os mais variados lugares e preços. Nessas excursões está garantido: você não vai ter que se desdobrar para se comunicar.

A minha avó é um exemplo. Sim, ela, com seus 67 anos, fez sua primeira viagem internacional. Ela foi para o Paraguai e para o norte da Argentina sem falar uma única palavra de inglês ou espanhol, e ela amou!

2. Países de língua semelhante a sua

Caso não tenha jeito, você quer porque quer passar longe dos grupos e pacotes, sempre há a possibilidade de ir para um país de idioma igual ou parecido com o seu. Para os brasileiros, boas alternativas são Portugal e países de língua espanhola, como Argentina, Uruguai, Chile e Espanha.

3. Livros de viagem e internet

O que não falta nas livrarias é guia de viagem; além do mais, a internet é recheada de informações sobre qualquer região. Essas ferramentas são perfeitas para ajudar você a sobreviver sem falar uma única palavra no idioma do destino. Pesquisar e estudar o lugar que você pretende visitar, marcando os pontos turísticos e seus endereços, irá facilitar, e muito, a sua vida – quanto mais preparado para a aventura você estiver, melhor! Durante essa sua coleta de dados, não se esqueça de adicionar informações relacionadas às leis e a cultura do país, isso é muito importante. Aliás, uma dica: é bom andar sempre com um papel/ cartão em que esteja escrito o nome e endereço da sua hospedagem, para o caso de você precisar pegar um táxi ou perguntar “como chegar” para alguém.

Com um guia de viagem e pesquisas em mãos, você pode apontar imagens e nomes caso haja a necessidade de pedir informação à alguém.

4. Brasileiros

” Brasileiro é igual à formiga. Tem em todo lugar”.

A piada é engraçada, mas muito real. Dificilmente você não irá encontrar um conterrâneo durante sua aventura. Sem contar os diversos grupos de viagens e de brasileiros que moram em tal lugar no Facebook. Vale a pena você conhecer algumas pessoas através do grupo e, num momento de aperto, entrar em contato.

5. Amigos para todas as horas

Uma alternativa muito legal para sair pelo mundo é chamar um (a) amigo (a) para viajar junto. É bem provável que você fique mais seguro, principalmente se essa pessoa domina algum idioma.

6. Postos de informações turísticas

Nunca se esqueça deles! Antes de viajar pesquise onde eles se encontram e, na urgência, corra para lá! Com certeza, alguém irá ajudar você.

7. O mundo não é feito só de gente ranzinza

Não vá na onda de quem fala que francês é metido, que os ingleses são frios ou que ninguém vai querer te ajudar porque não vai entender você… é tudo papo furado. Tenho certeza de que se você estiver em apuros, seja lá onde for, alguém irá te socorrer. Afinal, gente bacana tem em qualquer lugar do planeta!

Quando estiver por lá, é só manter a calma e ter paciência com as pessoas na hora de pedir informações.

8. Mímicas e gestos

Essa é a linguagem universal e é perfeita para sobreviver – qualquer ser humano vai entender o que você quer dizer, seja no Chile, Egito ou China!

9. Aplicativos

Hoje em dia há uma infinidade de aplicativos para facilitar a vida do viajante, inclusive na questão da comunicação. Entre eles estão: Tradutor de Viagem ( traduz palavras e frases em português para mais de 30 idiomas diferentes), Lexifone ( basicamente, ele permite que você converse no idioma que quiser ao vivo e a cores – você fala na sua língua e ele traduz no idioma que você desejar, saiba mais aqui) e Wordlens (traduz placas, cardápios e frases em geral em inglês para o português e mais algumas línguas)

10. A felicidade está acima de tudo

Não vale ficar emburrado e deixar o estresse dominar, pois você voltará com muitas histórias boas para contar, sem sombra de dúvida.

Capa:

Mantas Hesthaven

Atualizado em: 6 de agosto de 2018 às 11h43.

Um comentário sobre “10 provas de que é possível viajar para o exterior sem falar inglês (ou qualquer outro idioma)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s