Visto de turista para os EUA: dicas para preencher o formulário de solicitação DS-160

First things first: o formulário DS-160 é o primeiro passo para você solicitar o visto de turista (B2) para os Estados Unidos da América, a terra do Tio Sam. Ele está disponível em https://ceac.state.gov/genniv/  e deve ser preenchido para que a entrevista no Consulado/ Embaixada dos EUA possa ser agendada.

Preencher o DS-160 é chato e demanda tempo – fora que rolam diversas perguntas sobre sua vida, incluindo se você tem alguma relação com o terrorismo. Por isso, esqueça aquela ideia de que isso vai ocupar “apenas uns minutinhos” do seu dia. Vale estar bastante atento e calmo ao responder o formulário de solicitação. Além disso, seja sempre honesto com suas respostas.

O DS-160 é todo em inglês, mas muitas sentenças podem ser traduzidas quando o mouse é colocado sobre elas – ainda assim, é válido pedir a ajuda de alguém que domine o idioma caso você não fale inglês.

É importante lembrar que na aba inicial você encontra links que podem sanar possíveis dúvidas, como os tipos de visto, documentos e informações necessárias e como completar o formulário – aqui (ing.) você pode conferir algumas perguntas frequentes sobre o DS-160.

Também vale ressaltar que é possível preencher o formulário “em família”. Isso quer dizer que um casal com filhos, por exemplo, não precisa começar um formulário (START AN APPLICATION) para cada membro. O próprio site do DS-160 direciona para essa opção e aí é só preencher e informar os dados como está explicado neste post.

Preenchendo o DS-160

Na página de início do formulário você deve selecionar a cidade onde o visto será solicitado e digitar o código de segurança/ validação. Depois, basta clicar em START AN APPLICATION para de fato iniciar o processo.

Captura de Tela 2018-08-30 às 21.46.48

Assim que o formulário for iniciado (START AN APPLICATION) você é direcionado para uma aba com um número de identificação, o APPLICATION ID, e uma pergunta de segurança para você escolher. Ambas informações são muito importantes, então guarde-as. Caso você interrompa o processo ou sua sessão seja suspensa (por queda da internet, por exemplo) é possível utilizar o APPLICATION ID  e a resposta da sua pergunta de segurança para acessar o DS-160 mais uma vez, basta clicar em RETRIEVE AN APPLICATION.

Os tópicos que devem ser preenchidos são: dados pessoais, endereço e telefone, passaporte, viagem, companhia de viagem, viagens anteriores aos EUA, contato nos EUA, família, trabalho e educação e histórico (parte 1 a 5).

Conforme você completar o DS-160, salve seu progresso através do botão SAVE na parte inferior da tela. Ao clicar no ícone você é direcionado para uma página que oferece a opção de sair do formulário (EXIT APPLICATION), salvar o formulário em arquivo (SAVE APPLICATION TO FILE) e continuar (CONTINUE APPLICATION). Além disso, quando completar o documento online, utilize a opção DOES NOT APPLY somente quando realmente necessário, assim você fornece o máximo de informação.

O site do DS-160 é meio chatinho, então não se assuste caso a mensagem SESSION TIMED OUT aparecer ou se o site voltar para a tela de início quando você clicar nos botões de BACK/NEXT ou SAVE. Se isso acontecer, respire fundo e acesse seu formulário novamente através da opção RETRIEVE AN APPLICATION – está aí outro motivo para você salvar seu progresso. 

A aba PERSONAL pede dados como nome (GIVEN NAMES), sobrenome (SURNAMES), país de origem e NATIONAL IDENTIFICATION NUMBER, que pode ser o número do seu RG ou CPF. Nas barras de SOCIAL SECURITY NUMBER e TAXPAYER ID NUMBER clique na opção DOES NOT APPLY, pois nós, brasileiros, não temos essa documentação.

 

Preencha ADRESS AND PHONE com o seu endereço e seus telefones de contato. Na primeira linha coloque sua rua, número e complemento; na segunda, seu bairro. Não esqueça de colocar seu CEP (ZIP CODE). 

Em PASSPORT, basta especificar o tipo de passaporte (regular) e colocar o número do seu documento de viagem. O passaporte brasileiro não possui o chamado PASSPORT BOOK NUMBER segundo a Polícia Federal, portanto clique na opção DOES NOT APPLY.

É na aba TRAVEL que você vai escolher o visto que está solicitando. No primeiro campo você seleciona o propósito da sua viagem (visto de turista é tipo B): TEMP. BUSINESS PLEASURE VISITOR (B). Depois, basta especificar: TOURISM/ MEDICAL TREATMENT (B2). Você pode saber mais sobre os tipos de visto dos EUA para não imigrantes aqui.

Ainda na página TRAVEL você deve informar sua data de chegada e tempo de permanência nos EUA, além de esclarecer o local onde irá se hospedar. Felizmente, não é necessário ser preciso nessa parte – você pode preencher com uma estimativa de data/ dia e com o endereço do hotel que tem em mente.

Captura de Tela 2018-08-30 às 23.36.28.png

Já em TRAVEL COMPANIONS e PREVIUS U.S. TRAVEL basta esclarecer se alguém vai viajar com você e responder algumas perguntas de sim e não relacionadas à visitas anteriores aos EUA, respectivamente.

É preciso informar um contato nos EUA para prosseguir com o preenchimento do DS-160 em U.S. CONTACT. Se você conhece alguém que mora no país (legalmente, de preferência), pode colocar nome, sobrenome e endereço dessa pessoa. Caso contrário, você pode informar o nome e endereço do hotel que pretende se hospedar (o mesmo do tópico TRAVEL) completando o campo ORGANIZATION NAME. 

Captura de Tela 2018-08-30 às 23.48.51.png

Depois, em FAMILY e WORK/ EDUCATION você deve completar com informações relacionadas à sua família e ao seu currículo, respectivamente.

Por fim, SECURITY AND BACKGROUND. Aqui você deve responder perguntas um tanto bizarras de sim e não sobre diversas aspectos da vida, como se você é ex-usuário de drogas, se você esteve envolvido com tráfico humano e lavagem de dinheiro.

Depois que o formulário estiver completo, há a opção de revisar (REVIEW) tudo o que você escreveu para corrigir possíveis erros. Também é possível salvar e acessar o DS-160 outra hora para conferir os dados. Com certeza vale a pena checar as informações uma vez que não é possível alterar o formulário depois de enviado.

Quando a revisão terminar, basta clicar em SIGN AND SUBMIT para assinar o formulário digitalmente – nessa página você esclarece se alguém ajudou no processo e informa o número do seu passaporte novamente. Atualmente, não é necessário anexar uma foto ao DS-160.

Após enviar o formulário, você é direcionado para a página de confirmação. Lembre-se de imprimir a página de confirmação do preenchimento do formulário DS-160 (PRINT CONFIRMATION), pois o código que consta nela é muito importante para a sua entrevista. Caso não haja uma impressora perto de você, é possível enviar a confirmação para seu e-mail (EMAIL CONFIRMATION) e imprimir depois.

Lembre-se que o formulário DS-160 não é um visto de entrada para os EUA, mas o primeiro passo para solicitar um. O próximo passo após o envio do DS-160 é pagar um “lindíssimo” boleto de US$ 160,00 e agendar a entrevista: https://ais.usvisa-info.com/pt-br/niv

Embaixadas e Consulados dos EUA no Brasil: https://br.usembassy.gov/pt/ 

Capa:

John-Mark Smith

Um comentário sobre “Visto de turista para os EUA: dicas para preencher o formulário de solicitação DS-160

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s