Por dentro da Expoflora, a tradicional festa das flores em Holambra

Em 2018 acontece a 37ª edição da Expoflora. A festa, que atrai anualmente mais de 300 mil visitantes e é típica de Holambra, cidade a 140 km de São Paulo, celebra não só as flores e a chegada da primavera, mas também os costumes holandeses trazidos por imigrantes há 70 anos. Considerada a maior exposição de flores e plantas ornamentais da América Latina e a vitrine da floricultura nacional, a Expoflora ocupa um espaço maior que 250 mil metros quadrados.

Vale pontuar que a cidade de Holambra, cujo nome nasceu da junção Holanda + América + Brasil, é a grande cultivadora e comercializadora de flores e plantas ornamentais do Brasil, respondendo por cerca de 40% das vendas desse setor. Assim, é na Expoflora que os mais de 300 produtores vinculados à Holambra expõe seu trabalho e apresentam novidades para os amantes das flores.

IMG_5260
Uma rosa colorida custava R$ 14,00 (valor em Agosto/ Setembro de 2018)

Para que o grande público fique por dentro das novas tendências florais, a Expoflora conta com a chamada Mostra de Paisagismo e Jardinagem & Exposição de Arranjos Florais. A mostra é, basicamente, um grande corredor com 20 ambientes, como varanda, sala de banho, jardim de inverno e home office, lindamente decorados e que despertam aquela vontade de “quero na minha casa” – o desafio imposto aos decoradores/ paisagistas/ artistas é criar espaços internos e externos com ideias de flores e plantas ornamentais no paisagismo ou na decoração.

Depois de passar pelos mais diversos espaços, um mais harmônico que o outro, o visitante segue para outro caminho, mas este é permeado de arranjos florais. Em 2018, a mostra de Arranjos Florais celebra a imigração holandesa e conta com cenários que incluem a vigem de navio para o Brasil e artistas holandeses de destaque. Vale apontar que a exposição tem mais de 3.500 variedades de flores e é obra de dois decoradores e paisagistas holandeses, Jan Willem van der Boon e Jessica Drost.

DSC_0243
A menina na mostra de paisagismo é obra de Marisa Trippia

Ao longo do dia, ocorrem diversas danças holandesas nos palcos da Expoflora – os horários podem ser checados nos mapas fornecidos na entrada e também no posto de informações.

DSC_0282
Tamanco holandês, feito de madeira, é usado por músicos e dançarinos.

As apresentações são realizadas por grupos formados por crianças e jovens, estudantes das escolas de Holambra – são 10 grupos, totalizando 300 jovens.

Um dos grupos que se apresenta na Expoflora 2018 é a Fanfarra Amigos de Holambra. A fanfarra, natural de Holambra, é independente e atua há mais de 10 anos. Os músicos, com idades que variam de 6 a 25 anos, tocam com roupas típicas da Holanda e já fizeram até turnê internacional. Em 2018, tocaram no país de origem dos colonizadores da cidade interiorana.

DSC_0224
A Árvore dos Tamancos é uma homenagem aos dançarinos que já se apresentaram na Expoflora – ao se aposentar, o dançarino pode pendurar seu sapato na árvore.

O que eu mais gostei na Explora foi a possibilidade do público conhecer alguns nuances das tradições da Holanda, como gastronomia, artesanato, música e dança.

Além disso, a feira possui uma boa estrutura e a organização não deixa a desejar. Felizmente, há diversos banheiros e pontos de comida espalhados – aproveite a oportunidade e experimente a deliciosa culinária holandesa em restaurantes e doceiras  típicas.

Portanto, por mais cheia que a Expoflora seja, as pessoas não se concentram em um único lugar. Outro ponto positivo é que o evento é capaz de agradar a todos os visitantes: os amantes das plantas e flores, aqueles que estão apenas acompanhando e até as crianças com o mini sítio e o parque. Além disso, a Expoflora rende lindas fotos, novos sabores, cultura e, claro, muitas flores. Por isso, é um ótimo passeio em família!

Apesar de não ter feito, eu acredito que o passeio turístico vale a pena. Isso porque através da visita guiada é possível conhecer os famosos campos floridos das produtoras de Holambra. O passeio custa R$ 25,00 (valor em agosto/ setembro de 2018) e sai a cada 15 minutos, pode ser fechado na Alameda Amsterdam.

Vale levar bolsa/ mochila leve, apenas com o necessário, e garrafas de água, uma vez que a Alameda do Beijo é equipada com adoráveis bebedouros e é imprescindível se hidratar.

0ca0073e-3768-4ca1-b78b-12ff7a49b239

Ao meu ver, um ponto negativo e uma grande furada da Expoflora é a famosa Chuva de Pétalas, que recebe uma publicidade imensa e, com certeza, não é tudo isso. O discurso vendido diz que se você conseguir pegar uma pétala de rosa antes que ela toque o chão e fizer um desejo ele será realizado.

Ora, acontece que é impossível pegar uma pétala a não ser que você se posicione embaixo da torre que lança os 150 kg de pétalas! Caso não esteja batendo um vento forte em posição favorável, quem não está tão perto tem zero chance de ralar numa pétala. Sendo assim, o cenário é: centenas de pessoas amontoadas em um campo com mãos para cima na tentativa de pegar uma pétala, mas apenas as que estão muito próximas do cano de saída que conseguem – vi pessoas saindo da Chuva com sacolas cheinhas de pétalas de rosa, inclusive.

A Parada das Flores antecede a Chuva. Mas, se você faz questão de participar da Chuva de Pétalas, vale ir para o local onde ela ocorre antes da parada e esperar pelo desfile de carros floridos por lá – tenha sempre em mente que a Expoflora é cheia. Além disso, tenha paciência na hora de ir embora, pois muita gente saindo do mesmo lugar ao mesmo tempo resulta em trânsito.

A Expoflora conta ainda com o Shopping das Flores, galpão com diversas espécies de plantas à venda, e com três espaços comerciais (Shopping Verde, Vermelho e Azul) onde você encontra desde vasos até souvenires de Holambra e roupas indianas.

Vale lembrar que você não precisa comprar suas plantinhas no final da feira. A Expoflora conta com um guarda volumes preparado para as plantas de forma que não é necessário carregar sua compra pelo parque das flores.

DSC_0252

Atrações

  • Mostra de Paisagismo & Arranjos Florais
  • Shopping das flores
  • Parada das flores
  • Chuva de pétalas
  • Mini Sítio
  • Parque de diversão
  • Museu de Holambra
  • Passeio turístico
  • Danças típicas holandesas
  • Comidas típicas holandesas
DSC_0271
O fusca decorado pela EcoFlora Brasil é disputadíssimo para fotografias!

Serviço

http://www.expoflora.com.br

Instagram

Holambra, SP

Alameda Maurício de Nassau, 675, Centro

De 24 de agosto a 23 de setembro, de sexta a domingo, das 9 às 19h

Atrações diárias:
14:30h – Dança Holandesa
15:30h – Dança Holandesa
16:00h – Parada das Flores
16h:30h – Chuva de pétalas

Ingressos individuais: R$ 48,00 e podem ser adquiridos na bilheteria do evento, com representantes oficiais ou através do Ingresso Rápido.

Grupos: centraldereservas@expoflora.com.br ou reservas@expoflora.com.br e telefones (19) 3802-1499 / 98115-1294 / 98114-9783 / 98168-3600.

Estacionamento no local (capacidade para 5.000 veículos): R$ 40,00 (carros e motos)

* Este post refere-se exclusivamente à visitação turística da 37ª edição da Expoflora (2018) em Holambra. Portanto, cursos e palestras que ocorrem durante a feira foram desconsiderados.

2 comentários sobre “Por dentro da Expoflora, a tradicional festa das flores em Holambra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s